Escrever sempre me alivia...

segunda-feira, 5 de maio de 2008

Escrever 'pode aliviar estresse de pacientes com câncer'
22 de março, 2008 - 15h14 GMT (12h14 Brasília)

Um estudo realizado com pacientes que sofrem de câncer sugere que escrever sobre os medos relacionados à doença pode aliviar o estresse dos pacientes.

A pesquisa, publicada na edição desta semana da revista científica The Oncologist, foi realizada com 71 pacientes que sofriam de leucemia ou linfoma em uma clínica especializada em Washington D.C, nos Estados Unidos.

A pesquisadora Nancy Morgan, que liderou o estudo, pediu para os pacientes para responderem a um questionário sobre como a doença havia afetado suas vidas e como se sentiam com as mudanças que enfrentaram depois do diagnóstico.

Depois de três semanas, 53% dos participantes afirmaram que o exercício mudou suas opiniões sobre a doença, enquanto 38% se sentiram diferentes com relação à sua condição.

"Pensamentos e sentimentos ou processar de forma cognitiva as emoções relacionadas ao câncer são elementos essenciais neste exercício. Escrever apenas sobre os fatos não traz nenhum benefício", disse Morgan.

Segundo a pesquisadora, apesar de não ter provas concretas sobre o impacto direto do exercício da escrita nos pacientes, os benefícios da terapia já mostraram que a prática pode ser integrada ao programa de clínicas especializadas.

"Fico satisfeito que tantos pacientes ficaram interessados neste tipo de terapia", disse Bruce Cheson, director da clínica Lombardi Center, onde o estudo foi realizado.




Acabei de aderir a essa terapia! Deus permita que eu não precise ficar mais longe de meus blogs por tanto tempo! Obrigada a todos que tiveram paciência para aguardar meu retorno, ele ainda não está 100%, mas espero que nos próximos dias possa compensar minhas faltas por aqui.

Agora sobre os medos, confesso que morro de medo de acidentes de carro, principalmente, de colisões que envolvam a lateral, como por exemplo, direto na porta do motorista (no caso minha porta). Acho que terei que escrever isso umas 1000 vezes para aliviar o estresse que isso me traz. E você, do que tem medo???

3 Observações:

drosofila disse...

Comecei a ler ontem um projeto de sessões de literatura com psicóticos. Muito interessante o poder da escrita sobre o nosso comportamento, neam?

Sérgio disse...

Qual é o meu medo?
...
Meu maior medo é ficar incomunicável.
Se eu perdesse o contato com as pessoas que gosto, ficaria maluco.
Isso inclui você, minha querida Tine.

Zeca disse...

Meu medo é andar de moto, acho que a pessoa fica muito vulnerável, sem segurança nenhuma. E meu pai sofreu um acidente há muitos anos e o medo dele acabou passando pra mim.

PS:Voltando aos poucos pra net,graças a Deus. Dá até vontade de chorar..huuaha

bjo