O que é que eu vim fazer aqui mesmo?

segunda-feira, 17 de março de 2008

Cochilo de seis minutos pode melhorar memória, diz estudo
21 de fevereiro, 2008 - 17h43 GMT (14h43 Brasília)


Uma pesquisa da Universidade de Dusseldorf, na Alemanha, sugere que cochilos rápidos podem melhorar o desempenho em testes de memória. De acordo com o estudo, publicado na revista New Scientist, voluntários que tiveram seis minutos de sono conseguiram se lembrar melhor das palavras.

Os cientistas avaliam que o sono "ultra-curto" pode iniciar o processamento da memória no cérebro.

A equipe liderada pelo cientista Olaf Lahl afirma que é possível que o momento em que as pessoas pegam no sono seja capaz de desencadear um processo no cérebro que é mantido, independente do tempo em que a pessoa fica acordada.

"Isso demonstra pela primeira vez que um episódio de sono ultra-curto fornece uma melhora efetiva na memória", escreveu Lahl na New Scientist.

Sono profundo

A equipe de cientistas da Universidade de Dusseldorf convocou um grupo de estudantes e pediu que eles memorizassem uma série de palavras.

Depois, os voluntários tiveram um intervalo de uma hora antes de um teste, em que teriam que lembrar as palavras.

Durante o intervalo de uma hora, alguns dos estudantes tiveram permissão para dormir durante aproximadamente seis minutos. Os restantes tiveram que permanecer acordados.

Ao acordar, os estudantes que tiraram o cochilo tiveram um desempenho melhor no teste.

Cautela

Dezenas de outros estudos analisaram a relação entre sono e memória e apresentaram indícios de que o ciclo natural de sono e vigília tem um papel importante nesses processos.

Teorias sugerem que o processamento de memórias ocorre durante o sono profundo, uma fase que normalmente não começa até que a pessoa tenha completado 20 minutos de sono.

O professor Jim Horne, do Centro de Pesquisa do Sono da Universidade Loughborough, na Grã-Bretanha, diz que a pesquisa alemã é "interessante", mas é preciso cautela.

"A idéia de que a memória pode melhorar em apenas seis minutos é uma descoberta notável e é preciso ter cautela em relação a esta descoberta", afirmou Horne.

"Existem muitas provas de que o processamento de memórias provavelmente ocorre com mais de seis minutos de sono", acrescenta o pesquisador.



* * * * * * *

Como disseram os pesquisadores, ainda é necessário cautela, mas se você é estudante porque não testar??? Pegue aquela matéria que esta te matando estude por uns 45 minutos e durma 6 minutos e vai repetindo o processo!!! Vai que ajuda mesmo!!!

Agora se você, como eu, tem problemas para dormir, saiba que tem um pessoal na Itália que está estudando sobre o assunto. Eles não permitem que eu coloque o vídeo aqui, mas se você clicar aqui, pode assistir, está em português de portugal.

4 Observações:

Gabi disse...

Olha, Tine, o meu problema MESMO é conseguir dormir só por 6 minutos... eu sou do tipo "encosta e dorme", sabe como é?

.:DuBaralho:. disse...

Nossa, acho q nem drumindo o dia inteiro a gente recupera a memoria...hahaha !!! Fora q a gente num consegue drumi 6 minutos, é tanta correria.. hahaha

Mas uma otima informação, muito boa memo... parabens !!

Abraço

______________________
Dan - Doug - Rafa

Moziel T.Monk disse...

Tine, já o meu problema é dormir e ser acordado seis minutos depois. Meu humor fica uma maravilha...

Piuzinhu disse...

Eu mal consigo dormir a noite, imagine tirar um cochilo heheh
Bjão