Gastar?!? Eu também quero!!!!

segunda-feira, 27 de agosto de 2007

Brasileiro quer gastar mais, diz pesquisa; indústria comemora
Folha de S.Paulo -Consumo Consciente - 30 de Julho de 2007

Seis em cada dez brasileiros estão mais dispostos a ir às compras neste semestre. A perspectiva positiva se explica porque a situação de emprego, compras e dinheiro desses consumidores já foi melhor no primeiro semestre do ano quando comparada à igual período do ano passado.

É o que mostra levantamento da Ipsos realizado para o Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) com mil consumidores entre os dias 22 e 29 de junho deste ano.

Para 61% dos entrevistados, a situação de compras será muito boa ou boa entre este mês e dezembro. Quando consultados em julho do ano passado, 56% haviam dado essa resposta.

Em junho deste ano, 39% responderam que a situação de compras foi muito boa ou boa no primeiro semestre de 2007.

"Essa disposição que quase dois terços dos consumidores mostram em comprar neste semestre reflete a melhoria na renda e no emprego, além do menor temor de enfrentar o desemprego", diz Boris Tabacof, diretor do departamento de economia do Ciesp. "Os dados mostram que há uma enorme demanda reprimida para o consumo, o que é música no ouvido dos empresários."

Na região Sudeste e nas classes D e E, a pesquisa constatou que os percentuais de consumidores com expectativa muito boa ou boa de comprar são maiores do que as demais, reflexo no último caso dos programas sociais.

O crescimento do emprego com carteira assinada contribuiu para que a confiança do consumidor tenha aumentado e ele mostre mais disposição em comprar, afirma Fábio Romão, economista da LCA Consultores. Foi criado 1,095 milhão de empregos formais de janeiro a junho no país, resultado recorde que superou o de 2004. "Desde fevereiro de 2005, o emprego com carteira cresce num ritmo mais acelerado do que o sem carteira."

Em relação ao emprego, 35% responderam no mês passado que a sua situação foi muito boa ou boa. Em julho de 2006, esse percentual foi de 29%. Neste semestre, 60% acreditam que a situação de emprego será positiva. Nas classes D e E, cujos rendimentos são mais atrelados ao salário mínimo, que acumula há três anos ganhos reais, as respostas são ainda mais positivas. Para o Ciesp, os reajustes salariais dos últimos dois anos contribuem para que o consumidor esteja mais animado em relação às compras. Em 2006, em 86% dos acordos salariais houve aumento acima da inflação, segundo o Dieese.

Marcel Solimeo, economista da associação comercial, diz que a expansão do crédito, com juros e prestações menores e financiamentos maiores, também pesam para melhorar as expectativas de consumo.

Apesar de a pesquisa não detalhar o que o consumidor está mais disposto a comprar, o Ciesp destaca que cresce o consumo de importados. Em maio, estudo do Ipsos apontou que 18% haviam aumentado o consumo nos últimos dois anos.


O quê? Não estão consumindo seus produtos e/ou serviços??? Pela matéria acima é uma boa hora para você divulgar o que vende e/ou o que faz!!! Caso sejam de Curitiba, vou aproveitar para fazer propaganda de onde trabalho, Rádio 91 Rock News, Revista Perfil Náutico e Canal de Marketing.

0 Observações: