Alho... os dias do câncer podem estar contados!!!

quarta-feira, 20 de junho de 2007

Alho pode ser chave para remédio contra câncer
31 de dezembro, 2003 - 14h00 GMT (12h00 Brasília)


A química que dá ao alho seu forte sabor pode ser usada em um remédio "inteligente" para combater o câncer, informou a revista especializada Terapias Moleculares contra o Câncer.

O anúncio foi feito poucos dias depois de ter sido revelado que a mesma substância, a alicina, poderia ser usada no tratamento contra superbactérias hospitalares.

O tratamento contra o câncer se beneficia da reação química natural do alho, que resulta na alicina.

A reação pode ser estimulada no local do próprio tumor, segundo a revista.

Tóxico mas benéfico

A Alicina é uma substância tóxica, porém instável, que se dissolve rapidamente e sem causar nenhum dano quando ingerida.

Ela não está presente em dentes inteiros de alho, mas é resultado de uma reação bioquímica entre duas substâncias mantidas separadas em compartimentos minúsculos em cada dente de alho - a enzima alinase e uma substância normalmente inerte, a aliina.

Quando o dente é amassado, como na culinária, por exemplo, as membranas que separam os compartimentos se quebram e a alicina é produzida.

Pesquisadores israelenses decidiram tentar recriar esta reação tóxica no local do tumor.

Para isso, eles usaram um anticorpo programado para reconhecer receptores distintos na superfície das células de tumores.

O anticorpo foi quimicamente ligado à alinase e injetado na corrente sanguínea, onde buscou células cancerígenas.

A aliina também foi injetada. Quando ela encontrou a alinase, a reação bioquímica ocorreu, transformando as moléculas de aliina em alicina, que penetraram e mataram as células do tumor.

As células saudáveis permanecem intactas, já que elas não atraem os anticorpos.

Os pesquisadores do Instituto Weizmann, em Rehovet, usaram a técnica com sucesso para impedir o crescimento de tumores em estômagos de camundongos.

Para eles, o método pode funcionar para a maior parte dos tipos de câncer, desde que um anticorpo específico seja criado para reconhecer as células do tumor.

A técnica pode, inclusive, se mostrar inestimável para evitar a metástase (quando as células cancerígenas se espalham pelo corpo) depois de cirurgias para extração de tumores.

David Mirelman, que liderou a pesquisa, disse:
"Mesmo que médicos não consigam identificar a localização das células cancerígenas em uma metástase, a combinação anticorpo-alinase-aliina deveria encontrá-las e destruí-las em qualquer lugar no corpo humano".

As propriedades medicinais do alho não são novidade, mas segundo Sara Hiom, da assessoria do Instituto de Pesquisa do Câncer da Grã-Bretanha, "o desafio agora será desenvolver novos métodos contra diferentes tipos de células cancerígenas".
Caramba!!! Poderoso alho!!! Fiquei muito feliz em ler essa matéria, principalmente, por saber que o Brasil é um dos países que mais consome alho no mundo.

0 Observações: