Congelar ou Arriscar?

terça-feira, 8 de maio de 2007

Mulher de 30 deveria congelar óvulos, diz médica britânica
07 de setembro, 2006 - 09h30 GMT (06h30 Brasília)

Uma especialista em fertilidade da Grã-Bretanha está pedindo para que seja dada a mulheres com mais de 30 anos a chance de congelar seus óvulos.

Gillian Lockwood, da Sociedade Britânica de Fertilidade, diz que uma medida como essa é necessária porque, cada vez mais, as mulheres adiam a decisão de ter filhos. "Mulheres que entre os 35 e 45 anos parecem e se sentem mais jovens, tendem a querer a mesma vida reprodutiva que as mais novas", afirmou.

Segundo ela, isso aumenta o stress que as mulheres mais velhas enfrentam quando querem ser mães.
Pesquisas indicam que quanto mais velha for uma mulher, maiores são os risco de ela sofrer um aborto espontâneo ou de ter um bebê com síndrome de Down.

Mas outras entidades britânicas criticam o congelamento de óvulos para essa finalidade, dizendo ser uma solução "absurda" para um problema social.

'Óvulos vencidos'

Na Grã-Bretanha, mais de 30 das 84 clínicas de fertilização têm autorização da Autoridade em Embriologia e Fertilização Humana para realizar o congelamento de óvulos, mas acredita-se que apenas dez delas o fazem.

O procedimento é utilizado sobretudo por mulheres prestes a enfrentar tratamentos para doenças como o câncer.

Segundo Lockwood, que dirige uma clínica de fertilização, cerca de 25% das mulheres tratadas na clínica tiveram seus óvulos congelados como "forma de segurança".

A própria médica reconhece que o congelamento tem suas desvantagens. Uma delas é a de que nem sempre óvulos congelados podem ser usados em fertilizações in vitro.

"Não estou incentivando mulheres que podem começar uma família na hora certa a fazerem o congelamento, mas elas precisam saber que essa é uma alternativa possível", afirmou.

"Sei que parece intromissão sugerir que mulheres com seus 30 e poucos anos congelem seus óvulos", admitiu. "Em um mundo ideal, as mulheres deveriam conseguir conciliar o trabalho, a casa e os filhos. Mas este não é um mundo ideal."

"Prefiria ver uma mulher de 42 anos usando os óvulos saudáveis de seus 30 anos do que se arriscando com seus óvulos 'vencidos'", disse a médica.

O congelamento pode custar pelo menos 2,5 mil libras (aproximadamente R$ 10,1 mil).

'Idéia extrema'

As declarações de Lockwood foram criticadas pela Academia Real de Ginecologistas e Obstetras da Grã-Bretanha, que considera que ter filhos cedo ainda é a opção mais saudável.

Já o grupo independente de ética reprodutiva Core lembra que o congelamento de óvulos ainda é uma técnica pouco desenvolvida e rejeita totalmente a idéia da médica britânica.

"Temos que parar de encontrar essas soluções absurdas para os problemas da sociedade", diz Josephine Quintavalle, representante do grupo. "Não deveríamos vir com essas idéias extremas para consertar problemas no futuro", afirmou.

Pesquisas mostram que, pela primeira vez, na Grã-Bretanha, o número de gestações é maior entre mulheres na faixa dos 30 anos que entre as que têm 20 anos ou mais.
Isso me leva a frase de John Lennon: "O sonho acabou!!!", não congelei meus óvulos quando tinha 30 anos e não tenho coragem para arriscar com óvulos vencidos... Competir com as mulheres mais novas, realmente, é algo que estressa... mas tudo tem seu tempo, mas nem sempre planejar demais é fazer o correto, o tempo também passa!!!


E como diz um amigo meu: Se "o sonho acabou" traga bolo de chocolate!!!

0 Observações: