Aspirina - Ácido Acetil-Salicílico (04)

quinta-feira, 10 de maio de 2007

Aspirina é melhor para coração de homens, diz estudo
18 de janeiro, 2006 - 13h45 GMT (11h45 Brasília)

O consumo de aspirina pode diminuir os riscos de doenças cardiovasculares em ambos os sexos, mas beneficia mais os homens, de acordo com uma pesquisa da Universidade Duke, na Carolina do Norte, nos Estados Unidos.

O estudo, publicado na última edição da revista médica Journal of the American Medical Association, analisou o efeito da aspirina sobre 95 mil pacientes e descobriu que a droga realmente diminui as chances de ataques cardíacos e infartes em pessoas saudáveis.

A análise confirmou uma redução de 12% nos riscos de problemas cardiovasculares em mulheres e de 14% em homens.

No entanto, o uso prolongado da aspirina pode provocar, em uma minoria de casos, hemorragias em pacientes de ambos os sexos (2,5 casos em cada mil, para mulheres; e três em mil para homens).

Mulheres

De acordo com o líder da equipe de cientistas, Jeffrey Berger, a maioria dos estudos sobre os efeitos benéficos da aspirina se concentravam apenas em homens.

Por causa disso, muitos médicos se mostravam relutantes em receitar aspirina para mulheres.

"Agora, os resultados combinados dos últimos testes com mulheres demonstram que mulheres podem se beneficiar das terapias com aspirina quase tanto quanto os homens", afirmou Berger.

Os cientistas da Universidade de Duke analisaram os dados de seis estudos clínicos anteriores que reuniam, ao todo, 95.456 pacientes, dos quais 51.342 eram mulheres.

"O número relativamente pequeno de ataques cardíacos entre mulheres e de infartos em homens indica que mais estudos são necessários para que se compreenda melhor as diferenças nas reações cardiovasculares à aspirina", afirmou o doutor Berger.

Para Belinda Linden, da Fundação Britânica do Coração, o estudo ainda não comprova a utilidade da terapia com aspirina para a maior parte da população.

"Embora tenhamos que nos manter informados sobre as novas pesquisas nessa área importante, é bom ressaltar que a aspirina pode, eventualmente, provocar sangramentos e reações alérgicas. Por isso, ela só deve ser receitada quando os benefícios ultrapassam os riscos", disse Linden.
Leu bem o último parágrafo??? Então nada de sair por ai tomando aspirina por conta própria! Procure sempre orientação médica antes de iniciar qualquer tipo de tratamento, dieta ou exercício físico.

4 Observações:

Henrique disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tine Araujo disse...

Henrique,

Muito obrigada pela sua visita e pelo o seu comentário!!! Muito rico em informações, espero que as pessoas tomem consciência de que não devem tomar remédios sem orientação médica!!!

Henrique disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Henrique disse...

Tomem muito cuidado com a apirina e seus componentes, AAS (Ácido Acetil Salescílico), eu costumava tomar esses medicamentos sem orientação médica, ao menor sinal de qualquer dorzinha boba, já ia logo na farmácia!. Bom, com tanto medicamentos que tomei ao longo desses dois anos, eu acabei tendo uma HDA ( HEMORRAGIA DIGESTIVA ALTA) ou seja: Parte ALTA do sistema digestivo, mais precisamente no ESÔFAGO, tive uma LACERAÇÃO do mesmo, com ROMPIMENTO DE UMA VEIA e formação de COTO VASCULAR, = O Exesso de Ácido Acetil CORROEU as paredes do esôfago, que com o tempo se abriu, vazando sangue para dentro do estõmago que rapidamente foi digerido , saindo nas fezes como BORRA DE CAFÉ, esse sangue que sai na fezes é chamado de MELENA. A outra quantidade de sangue que não foi digerida foi rejeitada pelo estômago e voltou através de refluxos, vômitos, e então eu vomitei muito sangue, mais ou menos uns 1,5 litros. O sangue que é expulso do organismo através de vômitos, é chamado de HEMATÊMESE. Me sentia muito mal, já estava sentindo meu coração fraco, batendo cada vez mais devagar, sentia muitas tonturas, falta de ar, pois a falta de sangue no organismo atrasa as respostas do cérebro e as do pulmão para o corpo. Fui para o hospital, ao chegar em tive outro vômito, fui levado para a UTI ás pressas, fiquei lá por tês dias, entubado com uma sonda até o estômago para evitar novos vômitos e sem comer e beber nada, para evitar que o estômago fizesse algum ''ESFORÇO'' pois o mesmo estava muito sensivel, depois que fui para o quarto, começei a me alimentar normalmente, meu estômago e esôfago doíam muito, fiquei mais dez dias em observação tomando fortes medicamentos para náuseas e dor através do soro intravenoso, tive alta e fui para casa, sob uma dieta rigorosíssima de carnes, gorduras, açúcares e alimentos muito condimentados, álcool? Nem pensar! aspirina? há, Não preciso nem respoender né?. Bom pessoal depois de tudo isso descobri através de exames que tenho ALERGIA AO ÁCIDO ACETIL SALECSÍLICO - AAS. Não posso tomá-los NUNCA MAIS! Mas só passei por tudo isso pq não ia ao médico e sim, a farmácia. Hoje estou ótimo, posso comer de tudo, abandonei as frituas, açúcares, refrigerantes e diminuí o consumo de álcool em 90%! Troquei todos por frutas, sucos e alimentos LIGHT. Perdi 20 kg em dois meses! Descubra vc tb se é alérgico ao ácido acetil ou outros medicamentos, (Aspirina, engov, melhoral, benegrip, Energil C, estomazil, ENO,) e muitos outros. Esses medicamentos são um verdadeiro VENENO para o estômago e o organismo, comprimidos ''GRUDAM'' nas paredes do esõfago, corroendo o mesmo, e só descem para o estõmago quando se ingere outra coisa que o 'empurra'' para o estõmago, que tb é irritado!
Por isso vou alertá-los mais uma vez: Não tomem remédios sem prescrição médica! E lembrem-se: Atrás do balcão de uma farmácia está um VENDEDOR, e não um MÉDICO, vc precisa é de ORIENTAÇÃO. Remédio não é um produto qualquer em que vc compra ,usa e qdo está velho, vai lá e compra outro. Descubra se vc é alérgico á algum medicamento, vá á um ALERGISTA e faça um exame. Evite sustos em seu organismo em sua saúde. Vida, é uma só, cuide da sua.