Alzheimer!!!! Fuja da Solidão!!!

sábado, 19 de maio de 2007

Solitários têm o dobro de risco de mal de Alzheimer, diz estudo
06 de fevereiro, 2007 - 08h14 GMT (06h14 Brasília)


As pessoas solitárias têm o dobro de risco de desenvolverem o mal de Alzheimer, sugeriu um grande estudo realizado nos Estados Unidos.

Mais de 800 pacientes idosos participaram da pesquisa, cuja saúde foi acompanhada durante um período de quatro anos.

A falta de convivência social já foi relacionada, em pesquisas anteriores, ao desenvolvimento de demência, mas esta é a primeira vez que os pesquisadores procuraram avaliar o grau de solidão das pessoas.

Em artigo na publicação especializada Archives of General Psychiatry, os cientistas disseram que a razão para a ligação entre isolamento e o mal de Alzheimer ainda não foi esclarecida.

Questionários

O chefe do estudo, Robert Wilson, e seus colegas pediram aos participantes que avaliassem seu grau de isolamento com questionários anuais. Com base nas respostas, os pesquisadores davam notas para os participantes, de acordo com o seu "grau de solidão".

As respostas incluíam opções como "eu sinto uma sensação geral de vazio" e "eu me sinto freqüentemente abandonado".

Também foi verificado se os participantes do estudo apresentavam sinais de demência e mal de Alzheimer.

E autópsias realizadas em 90 pacientes que morreram durante o estudo encontraram sinais fisiológicos associados ao mal de Alzheimer, tais como depósitos de proteína em volta de células nervosas.

A equipe descobriu que o risco de desenvolver mal de Alzheimer aumentou consideravelmente entre os participantes que tinham notas mais altas na tabela de "grau de solidão".

O risco aumentava em 51% a cada ponto na tabela. Os que apresentavam a nota máxima, de 3,2, tinham 2,1 vezes mais risco de desenvolver o mal de Alzheimer em comparação com os que tinham a nota mais baixa, de 1,4.

Quando os pesquisadores se concentraram em fatores de isolamento social, como por exemplo o tamanho da rede social do paciente, o resultado não foi muito diferente.

Mas não há associação entre solidão e a patologia cerebral associada ao mal de Alzheimer.

Impacto físico

Wilson, professor of neuropsicologia do Centro Médico da Universidade Rush, disse: "Há duas idéias que nós deveríamos considerar: uma sugere que a solidão realmente é um fator de risco e outra é que ao tentar entender essa associação, precisamos olhar fora da neuropatologia típica."

Segundo o chefe da pesquisa, os resultados descartam a possibilidade de que a solidão seja uma reação à demência.

Pode ser que a solidão afete sistemas no cérebro que lidam com a obtenção de conhecimento e a memória, tornando pessoas sozinhas mais vulneráveis aos efeitos da deterioração das vias neurológicas ligadas à idade avançada, sugeriu ele.

"Nós precisamos estar cientes de que a solidão não apenas tem um impacto emocional, mas um impacto físico", afirmou Wilson.

Rebecca Wood, diretora-executiva do Alzheimer's Research Trust disse: "Este é um estudo impressionante. Ele acompanha um grande grupo de pessoas por um período significativo e chega à conclusões surpreendentes que sustentam estudos anteriores que examinaram a interação social e o risco de mal de Alzheimer."

"O que eu acho especialmente interessante sobre este estudo é o fato de que é a percepção individual de solidão e não o grau real de isolamento social que parece se relacionar mais com o risco de Alzheimer."

Susan Sorensen, chefe de pesquisa da Alzheimer's Society concorda: "Este estudo demonstra uma clara ligação entre menor atividade social e maior risco de sintomas de demência."

"Mas é interessante que as pessoas que morreram durante o estudo e manifestaram sintomas de demência não tenham apresentado relativamente mais sinais físicos do mal de Alzheimer no cérebro."

"São necessárias mais pesquisas para se entender a ligação exata entre solidão e sintomas de demência."
Seja como for, evite se isolar, evite deixar os que ama sem sua presença!!! Cuide de seus pais, de seus avós, bisavós, de seus irmãos e verdadeiros amigos, não busque nem dê a solidão... cinco minutos de atenção farão diferença para quem os recebeu e. principalmente, para quem os doou!
Ah... você não quer ver a cara de ninguém??? É simples então... usa o telefone, o e-mail, msn, orkut, carta, telegrama... o importante é dar notícias!!!!

0 Observações: