Beber socialmente... um ato bem pensado!

segunda-feira, 30 de abril de 2007

Quem bebe socialmente ganha mais, diz estudo
10 de outubro, 2006 - 14h07 GMT (11h07 Brasília)


Um estudo da entidade americana Reason Foundation afirma que trabalhadores que saem depois do expediente para beber têm, em média, salários de 10% a 14% maiores do que as que vão direto para casa.


A pesquisa, publicada na edição deste mês da revista Journal of Labor Research, afirma que os homens que saem para beber depois do trabalho ganham em média 10% a mais que os demais colegas. Entre as mulheres, a média sobe para 14%.

De acordo com o economista da Universidade de San Jose, Edward Stringham, que liderou a pesquisa, os trabalhadores que se relacionam com colegas e chefes fora do escritório desenvolvem técnicas de socialização que ajudam na carreira.

“Beber socialmente cria capital social”, diz Stringham. “Pessoas que bebem socialmente estão criando uma rede, construindo relações e adicionando contatos às suas agendas, o que leva a salários maiores.”

Moderação

O estudo foi baseado em respostas de cerca de 8 mil pessoas à Pesquisa Geral Social (GSS, em inglês), um questionário bianual de hábitos e opiniões realizado em todo os Estados Unidos. Os dados do GSS são usados em pesquisas sociológicas.

O levantamento também mostrou que os homens que declararam freqüentar bares pelo menos uma vez por mês ganham 7% a mais do que os outros colegas. Entre as mulheres que disseram ter o mesmo hábito, no entanto, não houve variação na renda.

Para Stringham, a pesquisa mostra que a bebida alcoólica, quando consumida em moderação, tem um papel importante na socialização entre colegas de trabalho.

“Em vez de campanhas que criam no medo, nós deveríamos dar um passo para trás e reconhecer alguns benefícios à saúde e à economia que vêm com o consumo responsável de álcool.”
Bom hoje é segunda, mas é véspera de feriado.... então que tal já ir garantindo um aumento salarial, aproveitando os festejos ao dia do trabalho, e convidar seu "chefinho/a" para um happy hour depois do expediente?

0 Observações: