Um pouco sobre a Selic...

sábado, 31 de março de 2007

Juros bancários ficaram inalterados apesar de corte da Selic
Folha Online - Dinheiro - 09/03/2007 - 14h36


“A Fundação Procon-SP verificou que, apesar da redução da taxa básica de juros em janeiro, até o início de março, os bancos não haviam mexido nos juros cobrados em suas linhas de crédito ao consumidor. A pesquisa com dez instituições financeiras foi realizada no dia 1º de março, antes portanto, da reunião deste mês, que estabeleceu novo corte de 0,25 ponto e trouxe a taxa Selic para 12,75%.

Foram pesquisados os bancos: HSBC, Santander Banespa, Bradesco, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Itaú, Safra, Nossa Caixa, Real e Unibanco. O órgão alertou que a comparação com o levantamento anterior ficou prejudicado pela inclusão do Safra na pesquisa, após a unificação de Santander e Banespa.

Segundo o levantamento do Procon, a taxa média de empréstimo pessoal subiu de 5,37% ao mês para 5,38% entre fevereiro e março. Na pesquisa do órgão, somente o HSBC mexeu em sua taxa de juros, que caiu de 4,67% ao mês para 4,66% entre os dois meses.

Nas linhas de crédito do tipo cheque especial, a taxa média foi de 8,24% ao mês ante 8,15% em fevereiro. O Procon-SP registrou que os bancos mantiveram os juros praticados no cheque especial entre os dois meses. O órgão também ressaltou que a elevação vista nas duas linhas de crédito deveu-se à inclusão do Safra na amostra.”


Raras são às vezes em que os jornalistas podem escrevem para todos entenderem, não por não desejarem ou por não se importarem, mas por existirem pautas, espaços destinados a matéria e outros procedimentos que fazem parte de uma redação jornalística. O fato que a matéria acima é destina a um público alvo, pessoas ligadas a economia e finanças, que está mais acostumado com a utilização desses termos e siglas.

Resolvi pesquisar um pouco sobre o assunto, principalmente, porque a área financeira utiliza-se muito da estatística para realizar suas previsões. Abaixo compartilho com vocês um pouco sobre a SELIC
.



“- Selic significa Sistema Especial de Liquidação de Custódia;
- Criado pelo Banco Central e pela Associação Nacional das Instituições de Mercado Aberto (Andima) em 1979;
- É um sistema eletrônico que permite a atualização diária das posições das instituições financeiras, além de assegurar maior controle sobre as reservas bancárias;
- O Selic foi a primeira grande parceria público-privada do país. De um lado, o governo administra o sistema e, do outro, os investidores fazem o sistema funcionar, através da Andima;
- O Selic é um parâmetro para os juros pagos pelos bancos nos depósitos a prazo, as instituições financeiras definem, a partir dela, quanto irão cobrar nos empréstimos a empresas e pessoas físicas. Daí a importância das decisões do Comitê de Política Monetária (Copom) do BC sobre a taxa;
- A elevação da Selic aumenta tudo. Por isso, a melhor forma de comprar é economizar e tentar comprar à vista.”


Acho que já deu para clarear e entender a importância dessa taxa que mexe diretamente nossos bolsos. Caso você deseje ler o texto completo é só clicar aqui.

0 Observações: