Cigarro: Light ou Normal??? Bom mesmo é não fumar!!!

sexta-feira, 2 de março de 2007

Fumante de cigarro light 'tem 50% menos chance de largar'
30 de junho, 2006 - 15h26 GMT (12h26 Brasília)

As pessoas que fumam cigarros tipo "light" têm 50% menos chances de largar o vício do que outros fumantes, indica um estudo realizado na Escola de Medicina da Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos.

Os autores do estudo, que publicaram as suas conclusões no American Journal of Public Health, acreditam que uma falsa percepção de que consumir marcas com menores índices de alcatrão e nicotina reduz os riscos à saúde pode ser um dos fatores.

Entre os 12 mil fumantes analisados pelos pesquisadores, cerca de um terço dos que fumavam cigarros light disseram que o fazem porque acreditam que eles são menos nocivos.

No entanto, segundo o Instituto Nacional do Câncer da Grã-Bretanha, as pessoas que fumam cigarros light tendem a inalar as mesmas quantidades de substâncias tóxicas do que outros fumantes já que costumam dar tragadas mais profundas a fim de obter uma dose satisfatória de nicotina.

Riscos

Desta forma, eles - ou elas, já que as mulheres compõem a maioria dos que fumam cigarros lights - também estariam propensos a desenvolver câncer e outras doenças relacionadas ao cigarro.

Os especialistas insistem que a única forma de reduzir os riscos é largar de vez o fumo.

"Embora os fumantes possam esperar reduzir os riscos à sua saúde ao fumar cigarros light, os resultados sugerem que eles podem estar fazendo exatamente o contrário porque estão reduzindo significativamente as suas chances de largar", afirmou Hilary Tindle, uma das autoras do estudo.

"Além disso, à medida que envelhecem, as chances de largar vão diminuindo mais e mais."

Segundo a pesquisadora, é essencial que os fumantes recebam informações precisas sobre os perigos a que estão se expondo.

A União Européia proibiu descrições como light e mild (suave) nas embalagens de cigarro, mas no Brasil e nos Estados Unidos, por exemplo, essas descrições não são proibidas.

Bom esse hábito é milinar... e parar o vício independe de ações governamentais... isso depende da conscientização individual de cada um.

0 Observações: